Chat Gospel
recent

Belém do Pará

Presidente Dilma anuncia em Belém investimentos em mobilidade no PA e anuncia doação de máquinas para beneficiar agricultura.


A presidente Dilma visitou o Pará na quinta-feira dia 20 para anunciar investimentos do Governo Federal referentes a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, o chamado PAC 2, que foca em obras de mobilidade urbana e transporte coletivo.


Destacou Dilma Roussef:
"Esta questão da mobilidade urbana é igual a vida. Como é que você vive nessa invenção humana chamada cidade? Numa grande aglomeração urbana, o tempo é dado também pelo transporte. Quanto mais rápido, seguro e barato, melhor é para cada um de nós".



Dilma chegou em Belém do Pará Obra Prima da Amazônia quarta-feira dia 19 e seguiu direto para o hilton hotel na avenida Presidente Vargas. Servidores da Universidade Federal do Pará (UFPA) protestaram na chegada da presidente, cobrando melhorias para a universidade e criticando a privatização do hospital universitário João de Barros Barreto.


Presidente Dilma disse, em Belém, que mobilidade urbana é sinônimo de qualidade de vida e anunciou investimentos em obras e projetos em Belém Nesta manhã, a presidenta seguiu para o Hangar Centro de Convenções. O evento, previsto para 9h30, começou com 45 minutos de atraso. Em seu discurso, a presidente falou que a mobilidade urbana é sinônimo de qualidade de vida. "Belém enfrenta o desafio de todas as cidades do país, que é o desafio da mobilidade. O que é a mobilidade? É o direito de cada um de nós de ir para casa, para o trabalho, para a universidade, ter seu momento de lazer e tomar um chopinho. É um direito a vida, ao lazer, a passeio com seus namorados e esposos, enfim, cada um faz o que quer".

Segundo a presidente, o investimento de transporte de qualidade precisa de pactuação federal. "É muito caro fazer transporte coletivo. Se não for parceria, se a união não botar dinheiro, não se faz transporte coletivo", disse Dilma que, para garantir a agilidade e segurança, acredita na segregação dos meios de transporte - um modelo em que veículos expressos trafegam de forma diferente dos demais carros, sem a interrupção de semáforos, como ocorre nos metrôs e VLTs. Para a presidente, o Pará pode se beneficiar das hidrovias já que, nos rios, não existe marcação de semáforos que possam provocar congestionaentos.

Além dos recursos para obras, Dilma enfatizou a necessidade de financiamento de projetos de mobilidade, ressaltanto que a carteira de investimentos no transporte de Belém é de R$ 1 bilhão. "Nós estamos não só financiando o que está pronto, mas também criando as condições para que depois se tenha coisa para fazer. Porque um dos maiores problemas que nós tivemos é que não tinha projeto no Brasil", disse.

Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, pediu mais investimentos federais no Pará
Investimentos
 
A abertura da cerimônia foi feita pelo prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), que destacou o desafio de melhorar a mobilidade urbana da capital através da implantação de um sistema de ônibus rápido, o BRT. Segundo Zenaldo, recursos federais irão permitir que o modal de transporte beneficie os moradores das ilhas de Belém. "Temos a possibilidade de integrar rio com rua", disse Zenaldo. O prefeito também elogiou os investimentos em habitação, pediu a expansão do programa "Minha Casa, Minha Vida" na cidade e pediu agilidade na concessão de empréstimos do Governo Federal para investimentos na saúde de Belém. "Independente de diferenças partidárias que porventura possam existir, há algo que nos une: o destino do povo da nossa cidade", concluiu.

O ministro das cidades, Gilberto Magalhães, que participa do primeiro ato externo após assumir a pasta, disse que o PAC 2 busca a melhoria do transporte urbano de massa, para que a mobilidade urbana seja cada vez melhor. Magalhães prometeu a ampliação do transporte em terminais rodofluviais de Belém, além da implantação de seis novos portos nos distritos de Icoaraci, Outeiro, em Cotijuba, na Universidade Federal do Pará e na ilha do Combu para facilitar o transporte da comunidade ribeirinha. O ministro também ressaltou o investimento de mais de R$ 1 bilhão em saneamento no Pará, e prometeu investimentos nas obras que estão sendo executadas e novos projetos de água e esgoto.

Este pais fez uma opção equivocada quando optou pelo transporte individual, em vez do coletivo, como forma de mobilidade"
Simão Jatene, governador do Pará

O governador do Pará, Simão Jatene, ressaltou a importância dos investimentos na Amazônia que, apesar de representar 60% do território Brasileiro, contribui com apenas 8% do Produto Interno Bruto nacional. "Só isso já é suficiente para nos mostrar, de forma absolutamente cristalina, que qualquer diferença deve ser menor que o compromisso de enfrentar os dois maiores desafios do estado, e lamentávelmente do país, que são a pobreza e a desigualdade", disse Jatene, que elogiou a alocação de recursos públicos para o transporte de massa. "Este pais fez uma opção equivocada quando optou pelo transporte individual, em vez do coletivo, como forma de mobilidade", criticou.

Marabá
 
Após o evento, a presidente seguiu para Marabá, no sudeste do estado, onde participou de solenidade que marca a doação de 110 máquinas do Ministério do Desenvolvimento Agrário para 89 municípios do estado. Segundo a presidência, os equipamentos irão auxiliar na manutenção de estradas vicinais da zona rural do estado, beneficiando mais de 96 mil agricultores familiares. Na ocasião, a presidente deve assinar a ordem para a publicação do edital de licitação do derrocamento do Pedral do Lourenço, em Itupiranga, obra que vai possibilitar o funcionamento da Hidrovia Araguaia-Tocantins.

Um grupo de manifestantes que foi impedido de participar da solenidade protestou perto do aeroporto de Marabá. Eles pediram mais atenção para as vítimas da guerrilha do araguaia, melhores condições de trabalho e salários para os professores da rede pública e melhorias nos imóveis financiados pelo projeto "Minha Casa, Minha Vida". Segundo a presidente, as casas, que chegam a ser 95% financiadas pelo governo, são feitas com materiais e acabamento de qualidade.

De Marabá, Dilma viaja para Imperatriz, no Maranhão. A presidente deve retornar para Brasília às 18h30.

Segurança
 
De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública, homens do Exército e da Polícia Federal fazem a segurança direta da presidente. A Polícia Militar do Pará está responsável pela segurança externa, tendo o reforço de policiais do Comando de Missões Especiais e Ronda Tática Metropolitana (Rotam). O número do efetivo local não foi divulgado por motivo de segurança.


Um Passeio no Mais Novo Ponto Turístico da Metrópole da Amazônia a Nova Orla de Belém o Portal da Amazônia
Uma pequena visita a nova orla da cidade de Belém do Pará O ''Portal da Amazônia'' é o mais novo ponto turístico da Capital Cultural do Norte.
Com aproximadamente dois quilômetros de extensão o Portal da Amazônia é composto por vários portos e trapiches, bancos para os visitantes poderem relaxar e apreciar a visão do rio ou aproveitarem água de coco e refeições típicas paraenses que são vendidas nos belos quiosques.
A Linda orla é composta por quadras de esporte, academias ao ar livre e ciclovias servirão para quem preferir lazer e atividades físicas.
Vale a pena fazer uma visitinha, irmãos!
A Linda Orla de Belém é Inaugurada com Programação
Após 6 anos do início das obras, a Prefeitura de Belém entregou, neste sábado (30), a primeira etapa do Portal da Amazônia. A inauguração oficial da obra teve início às 18h30, com a presença do prefeito Duciomar Costa em ato solene. Cerca de R$ 100 milhões foram investidos no empreendimento pelo município e Governo federal, via Ministérios do Turismo e das Cidades.
O novo espaço tem aproximadamente 1,5 mil metros de área de esporte e lazer e envolve todo o corredor de entrada da orla, cruzando as ruas Veiga Cabral, Osvaldo de Caldas Brito e Mundurucus. Um binário envolvendo estas duas últimas ruas entrará em funcionamento logo após a abertura da orla.
O trânsito na avenida Bernardo Sayão entre o Hospital da Marinha e a Caldas Brito, com acesso à Orla nos dois pontos foi liberado com a inauguração. As obras no local terão seguimento, visando a entrega da segunda etapa do projeto, que se estendem ainda por mais 700 metros, até a rua Fernando Guilhon, com total de 2,2 km de área modificada.
Desde o início do projeto várias atividades foram implementadas no Portal da Amazônia, como campeonato esportivo, chegada do cortejo náutico do “Arraial das Águas”, com veleiros, lanchas, jet skis e barcos regionais iatistas sendo uma excelente área de lazer muito bom o local também para pregar o evangelho. Que Deus Abençoe a Todos e se Gostou do Artigo Deixe Seu Comentário. A Paz do Senhor!!!! CONFIRA MAIS FOTOS DO PORTAL DA AMAZÔNIA!
O Maior, Mais Luxuoso e Bem Equipado Shopping da Região Norte o Shopping Bosque Grão Pará foi lançado no Hangar



A Jereissati Centro Comerciais (JCC) lançou o mais moderno shopping da Capital Cultural do Norte Belém, o Shopping Bosque Grão Pará teve um café da manhã no Salão B do Centro de Convenções da Amazônia - Hangar, na última terça-feira, 25, que marcou o lançamento de projeto inovador que recebeu centenas de convidados.

shopping grao para


A presidente da JCC, Ilia Alencar ressaltou que a escolha do Hangar para o lançamento se deu principalmente pela infra estrutura oferecida. Afirmou: "O nosso arquiteto local, Paulo Chaves é o mesmo que projetou o Hangar por isso nosso esforço em trazer este evento para um lugar confortável e com infra estrutura".



Os escritórios Laguardalow, de Dallas (EUA) em conjunto com o arquiteto Paulo estão desenvolvendo em conjunto o projeto de arquitetura e ambientação do shopping . , Afirma Paulo Chaves: "Estamos desenvolvendo esta parceria usando o conceito de shopping econômico, por ser uma obra horizontal e projetada para ser ecologicamente correto, o uso de poucos elevadores e escadas já representam uma economia para os usuários e locatários".



A jornalista Joyce esteve no lançamento e realizou uma palestra sobre moda, comportamento e consumo aos convidados. Conforme o grupo JCC, o Shopping Bosque Grão Pará deve ser lançado em novembro de 2013 e ficará localizado na confluência da Avenida Independência com a Rodovia dos Trabalhadores, na Metrópole da Amazônia Belém.



Um Shopping Como a Capital Cultural do Norte Sempre Quis



Aliando conforto, modernidade, segurança e alta qualidade de serviços, o Shopping Bosque Grão-Pará será o maior, mais moderno e mais bem equipado da Região Norte do Brasil. O projeto terá uma mistura de 225 lojas, onze grandes âncoras e cinco mega stores, reunindo marcas internacionais, nacionais e regionais, algumas originárias de mercados emergentes, como o do Ceará, muitas ainda inéditas no mercado da Cidade das Mangueiras Belém.



O Shopping será construído em terreno de 123.000 metros quadrados, localizado a apenas 10 minutos do centro de Belém do Pará. Vizinho a dois importantes condomínios residenciais horizontais da Cidade – o Água Cristal e o Cristal Ville, o Shopping Bosque Grão-Pará pretende propiciar em seu entorno a atração de novos investimentos, criando, assim, uma nova centralidade na capital paraense. Será âncora do maior empreendimento imobiliário a ser erguido na cidade nos próximos anos, a Cidade Cristal, um projeto de condomínios empresariais, comerciais e residenciais de alto padrão, construído e projetado pelo Consórcio Água Cristal, Tendo como responsável a Construtora Freire&Melo, empresa com larga tradição no estado do Pará.



Inicialmente o planejamento contempla um projeto de arquitetura e ambientação, que une tecnologia de construção de última geração a formas, materiais e cores próprias da cultura do Estado mais rico e populoso da região Norte o Pará. A preservação do meio ambiente foi pensado visando o uso racional de energia, água e dos demais recursos naturais, por meio de tecnologias autossustentáveis.



Desenvolvido em parceria pelos escritórios Laguardalow, de Dallas (EUA), e Paulo Chaves, de Belém do Pará, o projeto possibilitará requerer o selo de “edificação verde”(LEED) junto ao Green Buiding Council, Organização Não-Governamental (ONG). Instituição que certifica , em nível internacional, as iniciativas da construção civil quanto ao uso adequado e ecologicamente correto de energia e dos recursos naturais.



A escolha da Metrópole Belém para construção do Shopping Bosque Grão-Pará deve-se, dentre outros aspectos, ao fato de a cidade apresentar um mercado em elevado crescimento, com mais de 2 milhões de habitantes em sua região metropolitana, constituindo uma das áreas de maior potencial de consumo do Brasil. Shopping Bosque Grão-Pará: Um Shopping inovador, lindo, luxuoso e moderno. Mais que um grande centro de compras e lazer, um centro de oportunidades.

CONFIRAM MAIS VÍDEOS E FOTOS DESSE LINDO SHOPPING:































CONFIRAM OS NÚMEROS DO SHOPPING BOSQUE GRÃO-PARÁ:

- 225 lojas
- R$ 170 milhões de investimento
- 45 000 m² de área bruta locável
- 2 300 vagas de estacionamento
- 6 salas de cinema com alta tecnologia
- 3500 empregos diretos serão gerados durante a construção
- 4000 empregos diretos serão gerados após inauguração do shopping

  Prefeitura Municipal de Belém Implantará o Sistema BRT
primeira parada do BRT belém
O BRT proporciona um transporte seguro e rápido não somente para os usuários de ônibus, mas beneficia também os usuários que possuem automóveis próprios Em Janeiro de 2012, a Prefeitura de Belém deu inicio a um novo projeto para atender os Municípios de Belém, Ananindeua e Marituba a implantação do BRT. O sistema BRT (Bus Rapid Transit), visando a integração entre ônibus e automóveis para melhoria no trânsito da Região Metropolitana de Belém, implantando corredores exclusivos para ônibus, nas avenidas Almirante Barroso e Augusto Montenegro. As obras iniciaram no Complexo Viário do Entroncamento, partindo dali, para as avenidas, após a data de inicialização, o tempo para conclusão das obras é de 18 meses. A Prefeitura de Belém está investindo neste projeto um valor de R$ 430.000.000, para serem aplicados em 20 km de corredores, abrangendo as avenidas Almirante Barroso e Augusto Montenegro, com 3 terminais de integração, 23 pontos de parada climatizadas, ônibus Bi-Articulados com capacidade para 250 passageiros. Diariamente, cerca de 600 mil usuários são obrigados a encarar o caótico trânsito na Cidade das Mangueiras. Embora, esse problema pode estar com os dias contados, pois a Prefeitura de Belém irá implantar o Bus Rapid Transit (BRT). Um sistema de ônibus que terá corredor exclusivo, o que tornará a viagem mais rápida e confortável. O novo modelo de trânsito rápido contará com um sistema de bilhete antecipado que custará o mesmo valor cobrado atualmente nos transportes coletivos de Belém: R$2,00 a implantação de Bilhete Único e promessa de redução no tempo de viagem em 70%, entre Icoaraci e São Braz. Um Projeto Ecologicamente Correto
BRT belém
Na Atualidade, mais de 160 sistemas de BRT estão funcionando ou estão em construção no mundo inteiro. No Brasil, a cidade de Curitiba é exemplo de que este projeto pode ser a solução para os problemas encontrados no trânsito caótico das grandes cidades. Em Belém, pesquisas revelaram que a melhor opção para solucionar estes problemas seria o BRT. Obras para implantação de um metrô, por exemplo, culminaria em um alto impacto ambiental. Com esse sistema ocorre o inverso, pois haverá uma redução das emissões de dióxido de carbono (CO2) no meio ambiente e a cidade e o meio ambiente agradece. As obras já estão em andamento
BRT Belém em Obras
Conforme o Prefeito de Belém Duciomar, o primeiro momento da obra concentra-se na construção de dois elevados no complexo viário do Entroncamento. Disse o prefeito: “Os dois elevados permitirão que não tenha paralisação. Os elevados eliminam todo tipo de cruzamento no Entroncamento”. As obras que modificarão os principais corredores da Região Metropolitana de Belém (RMB) já iniciaram, e a previsão da conclusão em 18 meses. No entanto, a prefeitura afirma que espera concluir a obra antes do prazo estabelecido.
Especialista fala a Respeito do BRT
  Rosangela Maria, Engenheira Civil especializada em engenharia de tráfego, tem uma experiência no que se diz respeito a BRT. Como Belém é uma cidade muito arborizada, a especialista destacou a importância de se fazer um corredor de árvores no itinerário do sistema a ser implantado, fato que mesclaria modernidade com responsabilidade ambiental. A engenheira Rosangela destacou também que “um dos principais objetivos do BRT é atender a população de maneira eficaz e sustentável, reduzindo o tempo gasto no trânsito com conforto e modernidade”. Prefeitura de Belém Promoverá Exposição para Tirar Dúvidas
O estudante Thalles, morador do bairro Mangueirão, está muito confiante no projeto BRT da Prefeitura de Belém. O mesmo disse: “Minha preocupação era quanto aos semáforos, pensei que os ônibus desse sistema iriam parar nos sinais de trânsito, mas agora sei que eles tem prioridade e não vão precisar parar nos cruzamentos”. Para o esclarecimento das dúvidas dos moradores, a Prefeitura de Belém deverá promover até o final do primeiro semestre de 2012, uma exposição que ocorrerá possivelmente no bairro de São Brás, com a finalidade de fazer a sociedade entender como de fato funcionará o novo Sistema de Transporte Rápido da Capital Cultural do Norte.

2 comentários:

  1. Puts!!! Que Shopp lindaço esse, parabéns Paulo Chaves, Belém agradece; e eu também kk.

    ResponderExcluir
  2. Verdade Carlinhos esse Shopping é muito Lindo a cidade agradece!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.